segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

FALECEU A COZINHEIRA MAIS FAMOSA DA BAHIA

Publicado por Roberto Leal As segunda-feira, 31 de janeiro de 2022  | Sem Comentarios

A Cultura de resistência está de luto


Faleceu nesta segunda-feira 31.01, a cozinheira mais famosa da Bahia Alaíde Conceição, mais conhecida como Alaide do Feijão, de 72 anos, dona do Restaurante tradicional que levava o seu mesmo nome, localizado na Rua das Laranjeiras no Centro Histórico de Salvador. Segundo uma publicação do neto da matriarca nas redes sociais, Eldo Neves, ela morreu após contrair Covid-19 pela segunda vez, durante um internamento hospitalar. Teve uma  parada cardiorrespiratória e não resistiu. "É com muita dor e tristeza que venho informar o falecimento de minha avó Alaíde do Feijão", dizia  a postagem.

"Ela lutou, lutou com bravura, resistiu até o último momento, foi contaminada novamente pela Covid no hospital, teve uma parada cardiorrespiratória e infelizmente dessa vez ela não resistiu e partiu para o descanso. Informaremos sobre o momento de despedida", completa nota na postagem de Neves. Em março do ano passado, ela esteve internada durante 12 dias no Hospital Couto Maia, vitima da COVID-19. Em nota de pesar, o CEN - Coletivo de Entidades Negras confirmou a morte afirmou que trata-se de uma perda irreparável, "que deixa órfão todo o movimento negro brasileiro".

Atuante no movimento negro, ela começou a vender seu feijão ainda jovem, em um tabuleiro em frente do Elevador Lacerda, até se instalar em  imóvel no Pelourinho, onde permaneceu até os últimos dias. No seu restaurante, mais conhecido pela feijoada e outras iguarias da culinária baiana, foi lá onde nasceu o movimento ‘Eu Quero Ela’, que incentivou o maior número de candidaturas negras da história à Prefeitura de Salvador, nunca governada por um prefeito negro eleito.

Muitas manifestações de pesar tomaram conta de todas as redes sociais, principalmente no facebook. "É com imensa tristeza que informamos a perda de uma das maiores percursora da Luta e da Cultura do seu povo, a mãe, amiga, empreendedora e conselheira Dona Alaíde do Feijão. Uma cidadã preta, batalhadora, de grande sabedoria e visionária, e uma grande personalidade da Bahia. Sentiremos saudades de cada momento passados, cada conselho proferido e cada alegria que nos apresentou em tantos sorrisos e sabores. Obrigado por tudo! Descanse em paz!. Dizia uma das postagens.

 

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top