Notas


Germano Machado lança "A Longo Prazo"

O CEPA-Círculo de Estudo Pensamento e Ação – movimento educativo-cultural convida para o lançamento do livro, A LONGO PRAZO, do Professor, jornalista e escritor Germano Machado, no Centro de Cultural da Câmara Municipal do Salvador (Praça Municipal - Centro), dia 30 setembro (quarta-feira) a partir das 18:30h. O livro A LONGO PRAZO começa a circular em sua segunda edição ampliada e desdobrada. A temática é o Tempo, e o estilo é de diário estético-filosófico, chamado por Geraldo Coni Caldas, in memoriam, como um livro de cabeceira para leitura contínua. 
Professor Germano Machado, presidente do CEPA, que no próximo ano completará 90 anos de idade, está sendo biografado a quatro mãos pelos jornalistas e escritores Roberto Leal e Carlos Souza Yeshua, a obra levará o título de Germano "Cepa" Machado.

Fonte: ASCOM/UBESC




LÚCIA Uma História Emocionante

Uma Lúcia dos Pampas
É o próximo livro da escritora gaúcha de origem espanhola Zenir Izaguirre. Lucia Uma História Emocionante, Ed. 24 horas/SP-2015. Em uma cidade do interior do Sul do país, a pequena Lúcia vê sua vida mudar abruptamente com a morte da avó e do pai e a posterior mudança para viver com uma família desconhecida. A menina de sete anos é dada pela mãe para ser criada por uma família de melhores posses, prática comum na época. 
A ingenuidade da mãe biológica e a crueldade da nova família levam Lúcia a viver experiências que lhe deixarão cicatrizes por toda a vida. As promessas de uma boa educação e bem-estar dão lugar a maus-tratos e trabalho. Após alguns anos, Lúcia já adolescente sofre o ápice de toda a amargura até o momento, permanecendo em cárcere privado. É só então que finalmente consegue que o acaso a ajude a reencontrar sua família. 
Zenir Izaguirre. Escritora de descendência espanhola, natural de Sant’ana do Livramento/RS. Personalidade de Importância Cultural -2014 pela UBES C- União Baiana de Escritores, Salvador/BA. É articulista colaboradora em vários periódicos do país. Tem trabalhos publicados em importantes coletâneas e antologias, nas categorias contos, poesia e crônicas. É autora do livro “O Amigo Literalmente Oculto” Ed. 24 horas/SP-2011. Pedidos e informações pelo e-mail: zenir_@hotmail.com


Prêmio Internacional de Literatura Professor Germano Machado Resultado/Poesia 2014


A UBESC - União Baiana de Escritores & Revista Òmnira, vem através desta nota, informar os vencedores da I Edição do Prêmio Internacional de Literatura Professor Germano Machado, que recebeu inscrição de vários países que compõem a CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Os trabalhos vencedores serão publicados na Revista Òmnira.
Primeiro lugar: William Wollinger Brenuvida, de Gov. Celso Ramos/SC com o poema Além dos Erros.
Segundo lugar: Antonio Sérgio De Sena Vaz, de Canoas/RS coma poesia Romance dos Tamancos.
Terceiro lugar: Jordano João Batista de Souza, São Gotardo/MG, com a poesia Canto.
Quarto lugar: Gabriel Ambrósio, de Zaire/Angola, com o poema Celebre.
Quinto lugar: Nédia Sales de Jesus, de Conceição do Almeida/BA, com a poesia Anjo Travesso.

Menção Honrosa pelo Conjunto da obra:
Geraldo Lavigne de Lemos, de Ilhéus/BA.
Rogério Luz, de Rio de Janeiro/RJ.
Zola Vida, de Luanda/Angola
Marcelo Moreira dos Santos, de Salvador/BA.
Airton Souza, de Marabá/PA.


Revista Òmnira em Jequié e Feira de Santana

A Revista Òmnira terá periodicidade trimestral
A publicação que tem a participação de escritores de vários países de língua portuguesa, dentre eles: Amélia Dalomba (São Tomé e Príncipe),  Inussa Manuel Gomes e Manuel da Costa (Guiné Bissau), José Luiz Mendonça (Angola), Xanana Gusmão (Timor Leste),  Maria LA Bonia e Teresinka Pereira (USA),  Altair Ramos,  Audelina Macieira, Lélia Fernandes, Marcelo de Oliveira Souza, João Bosco Soares e Roberto Leal e Zilda Freitas ( Brasil), dentre tantos outros bons poetas e escritores participantes da publicação internacional. A publicação tem capa de Henry Jaepelt (Timbó/SC) e os lançamentos tem o apoio da UBESC-União Baiana de Escritores. “A  revista ressurge após 10 anos adormecida diante das maiores dificuldades possíveis, já que é trabalhada pelo voluntariado e pela espontaneidade financeira de cada participante, juntos,  pretendemos manter a periodicidade e a frequência literária em um novo formato, com uma nova roupagem e uma pegada mais arrojada literariamente falando, porque será uma porta aberta para o escritor baiano e dos países de língua portuguesa, já que ensaiara  um intercâmbio a cada edição”. Afirma o editor responsável Roberto Leal.
Lançamento na Felisquié-Festa Literária do Sertão de Jequié
De 26 a 29 de outubro  no Campus Universitário da UESB em Jequié.
Mais Informações:
(71) 8688-8096 / 9722-6805
uniaobaianadeescritores@yahoo.com.br
lealomnira@yahoo.com.br
Site: www.fundacaoomnira.com.br

Lançamento em Feira de Santana/BA 
dia 31 de outubro - às 15:00
na Academia de Letras e Artes de Feira de Santana/BA 
Rua Alcina Dantas 100 - Conjunto Maria Quitéria 
Com a presença da Presidente da Casa, escritora 
Lélia Vitor Fernandes de Oliveira 
do escritor e um dos editores da revista Alberto Peixoto, do presidente da União Baiana de Escritores o editor e jornalista Roberto Leal.
Fonte: ASCOM/UBESC

Exposição “O Oceano Negro” chega a Salvador

Será realizada de 1° a 30 de agosto de 2013, a exposição “O Oceano Negro” um evento do Instituto Sacatar, com o apoio da Fundação Gregório de Mattos, que trazem para a Bahia, para a Casa do Benin, Rua Padre Agostinho Gomes, 17 - Pelourinho, Salvador/BA-Brasil a exposição “O Oceano Negro” que reúne trabalhos do artista visual francês William Wilson e que é composta por tapetes de algodão bordados à mão durante sua estada no Benin (que já teve o seu golfo, na costa atlântica da África, conhecido como a “Costa dos Escravos”), ilustrando, em ordem cronológica, a aventura dos povos Africanos nas diásporas européia e americana do século XV até o século XXI. Filho de mãe francesa e pai do Togo-Benin, William Wilson constrói nesta série uma narrativa inteira de sua linhagem Africana, com enfoque no “Atlântico Negro”, em um trabalho que vai muito além do campo da arte.
 A exposição já passou pelas cidades Francesas de Saint-Malo, Rouen, Paris, Nantes, Lyon, La Rochelle e Bordeaux, pelas cidades Africanas de Bamako (Mali), Dakar (Senegal), Cotonou (Benin) e Lomé (Togo), além de países como Israel, Suíça, Bélgica, Itália e EUA.
William Adjété Wilson atualmente reside no Instituto Sacatar, situado na ilha de Itaparica, Bahia, Brasil, onde permanecerá de 15 de julho até 09 de setembro de 2013. Durante a sua estada no Sacatar, o artista quer se aprofundar e conhecer mais sobre a herança Africana na Bahia -- religiões, representações, análises sociológicas, etc.
O Instituto Sacatar é uma entidade que mantém seu próprio edital, para seleção de artistas de todo mundo, que ganham a oportunidade de fazer residência artística na Bahia de São Salvador do Brasil (Baía de Todos os Santos), mas precisamente na Ilha de Itaparica com boa hospedagem, bom espaço para trabalho, estrutura para a execução do projeto, e o que é mais importante, com a arte sendo levada a sério. Mais informações (71) 3631-1834 ou info@sacatar.org, ou acessando www.sacatar.org
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira
Homenagem ao Dia do Escritor tem Papo 10 UBE

Rudival de Amparo vai mostrar a sua literatura 
Dentro da programação de comemoração ao Dia Nacional do Escritor 25 de julho, a União Brasileira de Escritores – UBE/BA promove neste sábado, dia 27 de julho, às 18h, na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi – Salvador, a segunda edição de 2013 do projeto mais uma vez e será realizado na Saraiva do Shopping Iguatemi. O evento vai contar  com a participação da professora de literatura e ensaísta Dorine Cerqueira; dos escritores G. Amarante (Gilberto Amarante de Figueiredo) e Rudival de Amparo e da escritora e poetisa Vera Passos.“Papo de Escritor”, que já aconteceu na Biblioteca Pública Thales de Azevedo, na Livraria Cultura e dessa vez o encontro muda de espaço, 
O Papo de Escritor da UBE tem como maior finalidade a de proporcionar aos autores convidados, a oportunidade de mostrar seus trabalhos, conversar com o público, tirar dúvidas e falar dos seus novos projetos para um público diretamente focado na literatura produzida no Estado. Os quatros escritores serão entrevistados em dois blocos, cada bloco tendo um mediador e ao final o público também participa fazendo perguntas e tirando dúvidas.
G. Amarante (Gilberto Amarante de Figueiredo) é autor dos livros: Deus e o Diabo Branco na Chapada Velha, Meu Cravo Branco - O Desarmamento dos Coronéis da Chapada Diamantina e Uma Expedição Corajosa. Dorine Cerqueira é jornalista, professora de literatura e ensaísta, autora dos livros: Travessia I (De Guimarães Rosa a Gregório de Mattos), Neo-realismo: a montagem cinematográfica no romance A ironia trágica, em A Morte de Quincas Berro. Rudival de Amparo é autor do romance “… e assim vivi", Vol. I e II. Escreve além de romance, poesias e contos, inclusive já tendo participado de algumas antologias e coletâneas, dentre elas Sotaquenologia Poética, Poieticontemporimas & Versos e Salvador 460 Anos de Poesia, todas da Editora Òmnira/BA. Vera Passos é vice Presidente Nacional da CAPPAZ (Confraria de Artistas e Poetas pela Paz), autora dos livros Ubaíra - passos de uma canoa de mel, Intuição, Primaveras e Primavera Passo a Passo.
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira
Foto: Roberto Leal 


Associação Internacional de Escritores e Artistas
A escritora Teresinla Pereira
A IWA foi fundada no ano de 1978, com sede em Toledo-Ohio nos Estados Unidos. Em 1998 quando fazia 20 anos de existência ativa, o aniversário foi comemorado no Rio de Janeiro com um congresso da IWA no Brasil, com participantes de vários países como: Argentina, Colômbia, Uruguai, Grécia, Japão, Bósnia e 200 membros brasileiros. A entidade tem como língua oficial o inglês mais opera contatos em Português, Frances, espanhol e italiano. Entre as atividades da IWA estão às nomeações para o Prêmio Nobel da Paz e o Prêmio Nobel de Literatura, hoje contando com aproximadamente 1700 associados em 137 países, entre os quais figuram os mortais: Ariano Suassuna, Fernando Henrique Cardoso, Frei Betto e Leonard Boff (Brasil), Isabel Allende (Chile), Rigoberta Menchú (Premio Nobel da Paz-1992/Guatemala) e os imortais: João Cabral de Melo Neto e Jorge Amado (Brasil), Ernesto Sábato, Julio Cortázar e Manuel Puig (Argentina), Ella Fitzgerald e Arthur Miller (USA) dentre tantos outros. A IWA indicou para 2013 concorrer aos Prêmios Nobel da Paz o artista chileno Alejandro Stuart que depois de anos trabalhando fora do seu pais, retorna para trabalhar com os indígenas  Mapuches que habitam o Centro sul do Chile e Sudoeste da Argentina, ensinado, formando grupos de  trabalhos , lutando por suas causas, buscando oportunidades para artistas e grupos culturais; e para o Prêmio Nobel de Literatura, o escritor Noam Chomsky, nascido na Philadelphia, na Pennsylvania é um dos mais importantes e referentes filósofos do século XX, especialmente por seu livro “Syntactic Structures”, é professor do Departamento de Lingüística do Massachusetts Institute of Technology em Cambridge e escritor com publicações em todo mundo. A IWA tem na sua presidente a professora e poetisa brasileira/mineira Teresinka Pereira um grande exemplo de perseverança, de solidariedade e de consciência cultural, divulgando trabalhos de autores de todo mundo para todo mundo... Saiba mais sobre a IWA acessando: HTTP://internationalartistwritersassociation.blogspot.com/ ou ainda em linha direta com a presidência pelo e-mail: tpereira@buckeye-espress.com
Texto: Roberto Leal
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira
Foto: Divulgação



Conferência debate Comunicação e Políticas Públicas

Será realizada nos dias 18, 19 e 20 de julho em Salvador a  IV Conferencia COMPOP 2013 de Comunicação e Políticas Públicas Inclusivas da Metrópole de Salvador, sendo que, no dia 18, ás 18 horas, no Pavilhão Glauber Rocha, no Campus Universitário da UFBA, em Ondina, acontecerá a abertura, com o lançamento do Portal do Desenvolvimento Solidário da Metrópole de Salvador e Mesa de Debate sobre a MOBILIDADE  URBANA, e nos dias 19 (manhã e tarde) e 20 (até 12 h.), no Centro de Treinamento da EBDA em Itapoan, quando teremos novas mesas de debates, GTs e Plenárias, conforme a programação.
Entre os objetivos da conferência que reúne 14 municípios do Território Metropolitano de Salvador, está a decisão de políticas públicas democráticas inclusivas e participativas, e a eleição de 1/3 dos Conselheiros e das Câmaras Sociais [constituídas por até 9 entidades titulares e suplentes]. Pensar o município e a metrópole é direito de todos e todas que nele habitam e dever de suas representações sociais e das Instituições de Estado nos três níveis - Município, Estado e União.
O COMPOP é o lugar dos lugares de representação onde exercitamos a cidadania e nos produzimos como aprendizes da democracia que deverá um dia ser plena na perspectiva da emancipação humana. Na condição de sujeitos sociais históricos devemos transformar a natureza e a sociedade, os lugares onde vivemos, tendo como horizonte a sua universalização como bem da humanidade, a socialização dos processos de produção e autonomia do sujeito social, e, neste sentido, definimos como tema central desta conferencia: Mobilidade Urbana e Vivência Metropolitana.

A inscrição é gratuita. Os participantes poderão ter como auxilio o custeio de transporte, alimentação e dormitório (preferencial para os vindos de cidades vizinhas) As inscrições têm o limite de 200 vagas. É fundamental que - se possível - se inscreva logo online usando o formulário  que se abre ao clicar o link abaixo:
Visualize este formulário. Você poderá preenchê-lo e enviar on-line: https://docs.google.com/forms/d/10dVIa1rl-68YWXpAnzqF6g37DpD9ctWjI8PA5KPVunw/viewform
Participantes terão direito a certificado de participação. Se necessário podemos solicitar antecipadamente ás empresas ou instituições a que trabalhe ou estude para a liberação nos dias 18 (quinta  à noite) e 19 e 20 de julho (sexta e sábado). Maiores informações, com a comissão organizadora pelos telefones (71) 9984-6991 ou 8751-9540.
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira


A Poesia Negra de Incentivo
Por: Roberto Leal


Profª e poetisa Fátima Trinchão
A poesia negra na Bahia tem um grande número de adeptos, diante do seu apelo latente, combatente e socialista, carregando credibilidade suficiente para que se faça público cativo, incentivando acanhados leitores ao consumismo, como uma forma de estímulo intelecto ou de necessidade cultural.
A professora e poetisa Fátima Trinchão, é taxativa em afirmar “através dela exprime-se o sentir, o viver e as emoções que lhe seguem, instrumento através do qual luta, confessa, denuncia, revela, combate e ao utilizá-las, busca o artífice”.
Levando em conta que somos um país onde pouco se lê; a poesia é um dos gêneros literário mais visitado, mais praticado por escritores populares e com um maior volume de publicações, inclusive as independentes... Em cada esquina brasileira se encontra um poeta e em cada noite um recital, de maneira a revelar a simpatia do povo pela poesia, com suas revelações, suas vertentes, seus paradigmas e seus conceitos. “A poesia não tem cor, mas carrega no sangue do poeta a sua trajetória de luta, inocente nos seus versos de amor e ora nos versos de remota emoção”, compartilha Trinchão.
E a poesia negra exprime sua grande contribuição à propagação da arte literária e do conhecimento, em versos que vão de Agostinho Neto a Castro Alves, com a sua riqueza traduzida na força da sua mensagem.
Foto: Roberto Leal


Celebrando a música poieticamente
O livro “Celebrando a Música” obra poética de Maria Lúcia, que faz uma viagem traçando a trajetória da sua própria vida, contada em versos, onde muitos deles foram inspirados nas canções dos seus grandes ídolos: Roberto Carlos, Maria Bethânia, Gal Costa, Marisa Monte e Ana Carolina.O livro foi publicado pela editora Baraúna/SP-2012, 126 páginas, com preço de capa de R$ 23,90. A obra Celebrando a Música tem apresentação do músico e geógrafo Alan Fraga e orelhas da psicoterapeuta Drª Tereza Cristina Moura Vieira (Aracaju/SE), recentemente foi lançada na Feira de Livro do Campo Grande, em Salvador, uma feira que acontece mensalmente na capital baiana e que é promovida pela Fundação Pedro Calmon.A poetisa Maria Lúcia Iniciou sua carreira literária participando de concursos de poesias no ano de 2000, quando publicou pela primeira vez na Revista Artpoesia, onde foi contemplada em uma edição coletiva com a poesia intitulada "A Minha Irmã", e atualmente segue publicando seus textos na mesma revista, que é um canal entre a poesia e os novos autores. Contatos com a autora (71) 8743-7779 / 9348-9257.
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira.


Biblioteca com livros achados no lixo


Livros a mão cheia para o povo levar

Cleuza Aparecida Branco Oliveira, 47 anos, uma moradora da cidade de Mirassol, interior de São Paulo que trabalha com reciclagem como meio de sobrevivência. Mas que além de plásticos, vidros, papel e metais, resgata outros objetos do lixo, como livros por exemplo, fundou uma biblioteca comunitária.

Cleuza era semianalfabeta quando começou a descobrir o mundo dos livros durante o seu trabalho de reciclagem. Livros de escritores como Machado de Assis, José Saramago, Jorge Amado, entre outros autores eram alguns dos "resgatados" por Cleuza no seu cotidiano.
A catadora guardava os livros com carinho, para depois os ler em casa. Depois de acumular muitos exemplares, ela realizou o sonho de montar uma biblioteca e disponibilizou as obras para todos os interessados pela leitura.
Inaugurada na associação local de catadores, a biblioteca já conta com um acervo de 300 títulos. A biblioteca não cobra pelo empréstimo das obras, mas quem quiser pode comprar os títulos repetidos por um valor simbólico. Esse pequeno rendimento é revertido a favor da associação.
Segundo a Folha de São Paulo parece uma daquelas histórias de Hollywood com um final feliz. Uma brasileira que vive da reciclagem de objetos jogados no lixo, na cidade de Mirassol, estado de São Paulo, foi, ao longo dos anos, resgatando das lixeiras centenas de livros, agora, Cleuza Oliveira que era uma quase analfabeta quando começou a vasculhar o lixo em busca de objetos que pudesse reaproveitar, além de ler leva essa forma de aprendizado humano a outras pessoas com as suas mesmas visões e dificuldades.

Fonte: Fundação Òmnira
Foto: Roberto Leal




Editora Òmnira faz homenagem.
(Ao garimpeiro Fred Souza Castro e o mineiro Zanoto)

2013 chega fazendo justíssimas homenagens, não se trata de uma lembrança vaga ou coisa assim! A razão do merecimento, do reconhecimento àqueles que desempenharam que desenvolveram uma engrenagem de auxílio para ver acontecer movimentos em torno da literatura no nosso país...
Não poderia esquecer-se de falar aqui do poeta e cineasta baiano de Santo Amaro da Purificação, Frederico de Souza Castro que com sua coluna “Livros” no jornal A Tarde, de Salvador, nos anos 80, desfilou poesias, recitais e acontecimentos do livro a serviço da contemporaneidade literária baiana, Fred faleceu a 8 de outubro de 2012. E como não deixaria de lembrar o também poeta e jornalista mineiro de Varginha/MG, José de Souza Pinto “Zanoto”, colunista do Jornal Correio do Sul, que ali mantinha a coluna “Diversos Caminhos”, que era uma verdadeira trilha aberta para os novos talentos; ambos acreditando ser possível alardear a poesia, disseminar versos, expandir livros, divulgar trabalhos antes desconhecidos, buscaram em outros poetas a matéria prima para desenvolver os seus projetos, visando o fortalecimento dos movimentos, o crescimento do público leitor e o reconhecimento do contemporâneo como uma forma de valorização da cultura literária. Zanoto um apaixonado pela palavra. “Ela é mulher” dizia, faleceu a 21 de janeiro de 2011.
Nesta obra existe um apanhado de Fred Souza Castro, como também um aprofundamento Zanotiano, como numa mistura mágica. Vive a literatura o seu momento de não esquecer os mentores de uma lapidação rupestre, agreste, rustica, mas muito forte a que eles submeteram as letras que não se explica com a saudade que os livros irão de sentir das suas presenças por aqui... Letras Contemporâneas, Ed. Òmnira/BA-2013, 164 Páginas – R$25.
Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira



O jornalista e editor Roberto Leal acredita na sorte em 2013
Coletânea poética "13" inscrições abertas
A Editora Òmnira está com as inscrições abertas para poetas que procuram publicar seus poemas, a coletânea poética "13"  será um tributo poético a sorte. Que terá a participação de 13 poetas, com 13 páginas cada, a apresentação da obra será composta da opinião de 13 personalidades sobre o conteudo da publicação. Cada participante terá direito a receber 50 exemplares da obra impressa e mais 13 exemplares de brinde. A coletânea "13" será lançada no dia 13 de março (quarta-feira), às 19:13 horas, dentro da programação do III ENEBI-Encontro de Escritores Baianos Independentes-Versão 2013. Inscrições até o dia 13 de janeiro, mais informações (71) 8688-8096 / 9722-6805 ou lealomnira@yahoo.com.br nosso site: www.fundacaoomnira.com.br o projeto tem a organização do editor Roberto Leal. Vamos fazer de 2013 o ano da literatura com um tributo a sorte, onde pé de coelho, ferradura, folha de louro, arruda, guiné, trevo de quatro folhas e o numero 13 compartilhem da arte/capa da obra. O investimento é de R$ 650,00 ( a vista) ou em 2 x de 350,00.

Incluso: Divulgação (rádio, jornal, tv, sites e blogs), 100 convites para cada, ISBN, ficha catalográfica, local para lançamento, coquetel e cobertura fotográfica.

Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira
Foto: Carlos Souza



Aluga-se o Plano Inclinado Gonçalves 

O descaso e o descredito dos orgãos públicos, levam a uma série de fatores, dentre eles a ironia popular, um caso pensado como resposta repugnante e de revolta popular atribuida a usuários e comerciantes da area do Comércio, na Cidade Baixa, que criativamente colocaram uma placa de "aluga" no Plano Inclinado e falecido Gonçalves, como forma de chamar atenção dos orgãos públicos para o descaso... O elevador que é um dos cartões postais mais visitado e importante da nossa Capital encontra-se fechado, sem previsão de retorno ao funcionamento normal.
Foto: Roberto Leal







FEIRA LITERÁRIA DO SERTÃO DE JEQUIÉ

Jornalista Domingos Ailton aposta no Projeto

Vem ai a “Feira Literária do Sertão”, que será realizada em Jequié/BA nos próximos dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro (quinta, sexta e sábado), uma realização da UESB-Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia em parceria com a Academia de Letras de Jequié, o evento tem curadoria do jornalista e escritor Domingos Ailton. Dentro da programação teremos escritores como: Carlos Souza (coordenador da UBE-União Brasileira de Escritores), Morgana Gazel, Roberto Leal (editor presidente da Fundação Òmnira), Valdeck Almeida (jornalista do site galinhapulando.com) & muito mais... Ainda teremos exposição de livros de autores baianos, lançamentos de livros, palestras, mesas redondas e bate-papos com escritores, editores e livreiros.
Foto: Roberto Leal


Vacina contra o Câncer
Já existe vacina anticâncer (pele e rins). Foi desenvolvida por cientistas médicos brasileiros, uma vacina para estes dois tipos de câncer, que se mostrou eficaz, tanto no estágio inicial como em fase mais avançada..
A vacina é fabricada em laboratório utilizando um pequeno pedaço do tumor do próprio paciente. Em 30 dias está pronta, e é remetida para o médico oncologista do paciente.
Nome do médico que desenvolveu a vacina: José Alexandre Barbuto
Hospital Sírio Libanês - Grupo Genoma.
Telefone do Laboratório: 0800-7737327- (falar com Dra. Ana Carolina ou Doutora Karyn, para maiores detalhes)
http://www.vacinacontraocancer.com.br/
Isto sim é algo que precisa ser repassado..........
Alguém pode estar precisando !!!!!
Por favor, divulguem esta vitória da medicina genética brasileira!



Autodidata















Fiz das bibliotecas minha Universidade
de boas leituras, fiz minhas aulas,
para nos eventos fazer meu estágio,
fiz do livro meu diploma e da
palavra tiro meu sustento.
Of the libraries I made my University,
of good reading, my classes,
In the events I made my internship.
The book is my diploma and from
the word, I get my maintenance.
Hice de las bibliotecas mi Universidad,
de las buenas lecturas, mis clases,
para en los eventos hacer mis practicas.
Hice del libro mi diploma
y de la palabra mi sustento.
Roberto Leal
Tradução: Teresinka Pereira (USA)




Diga não a Operadora Claro


Gostaria de usufruir deste espaço para denunciar um desserviço da operadora Claro que agora se diz também Embratel... Tenho presenciado várias pessoas reclamando que o celular não completa as ligações, nem as que se quer fazer e nem as que se recebe, em seguida aparece à mensagem de ligação perdida ou essas mensagens gravadas que só nos estressa repetidas vezes, tentando falar com um dos atendentes pelo telefone 1052 não se consegue, como se não bastasse agora resolveu debitar nos créditos como se essas ligações fossem completadas... Isso e´ roubo! A Claro na Bahia está virando caso de Policia... Transitando da Paralela com destino a São Cristóvão, Itapuã, Lauro de Freitas etc., as ligações não se completam, simplesmente o serviço não funciona e insistentemente se perde ligações importantes, ligações de trabalho e ate particulares de fundamental importância... Quero providências dos órgãos públicos que fiscalizam esse serviço... Ou do contrário peço à população que não adquira chips dessa operadora e aqueles que possuem, troquem pela que melhor lhe convier, basta de roubalheira e descaso com o consumidor, paciência tem limites... Devemos a quem apelar? Jáque faz mais de um mês que recebi uma ligação e consegui falar... Tente falar comigo meu numero foi esse um dia (71) 8146-0940.






Trabalhamos a Assessoria de Imprensa e cobertura fotográfica do seu evento, da sua palestra, da sua reunião, da assembleia da sua entidade, da sua empresa, da sua Igreja... Divulgação em radio, jornal, sites e blogs especializados... Fazemos a Assessoria Editorial de quem vai publicar um livro independente, de quem tem obra literária e não sabe nem por onde começar... Diagramação, Ficha catalográfica, ISBN, Código de Barras, Selo Editorial (Editora), registro de obras e muito mais. Mais informações (71) 8688-8096 / 9722-6805 com Roberto Leal. Acesse: www.fundacaoomnira.com.bre conheça melhor o nosso trabalho.





0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top