quinta-feira, 25 de novembro de 2021

SARAU DO ÁGDA A POESIA NEGRA REVERENCIA ZUMBI DOS PALMARES

Publicado por Roberto Leal As quinta-feira, 25 de novembro de 2021  | Sem Comentarios


A poesia nossa de cada dia no Prato
Nessa Edição alusiva e comemorativa ao mês da Consciência Negra, a poetisa e curadora do SARAU DO ÁGDA, o sarau do prato mais sagrado da Bahia, a professora e poetisa Jovina Souza, traz: duas Pretas maravilhosas a Marques e a Luz, traz uma Rainha de nome Dejanira, uma Rejane que vem dos Souzas, um Rei dos Saraus encarnado em Valdeck Almeida de Jesus, uma Jeane acompanhada de uma Juliana, são elas Sanchez & Sankofa, uma Érica que vem dos Azevedos e Benilda dos Amorins, um Roberto que é Leal e transparente e um poeta angolano que além de professor é filosofo e músico Edson N’tukatandy, uma poetisa angolana que mora na Rússia, onde estuda e a sua Graça é retribuir com uma Flora Salvador esses dois convidados internacionais.

Teremos ainda: a poesia de Vânia Melo, de Anajara Tavares, de Italva Cruz, de Raimundo Moura, de Rosane Jovelino, autora do livro "Patuá", em direto do Quilombo Kaonge, in Cachoeira/BAHIA-Brasil. E os poetas colombianos  Daniel García, Hendrix Gutiérrez Ibarguen e Ruth Cuesta Borja.

Dia 27/11, às 18 horas do Brasil, 22 horas de Angola, com a força das palavras incorporadas nas poesias empoderadas das poetisas negras presentes e dos argumentos de resistência dos poetas aglomerados nessa imensa Nave virtual – Canal Ágda Youtube. O Sarau do Ágda é a delicia da Poesia Negra servida no Prato, para delírio do povo preto da periferia ou não,
em todo Brasil e no mundo.

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top