segunda-feira, 30 de setembro de 2019

PAI E FILHO ANGOLANOS MORREM EM INCÊNDIO NO RIO DE JANEIRO

Publicado por Roberto Leal As segunda-feira, 30 de setembro de 2019  | Sem Comentarios

Marlei e seu filho Gabriel as vítimas fatais
Duas pessoas morreram durante um incêndio em um apartamento, no bairro de Higienópolis, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um adulto e uma criança foram encontrados mortos dentro da casa. De acordo com o Corpo de Bombeiros, agentes do Quartel de Ramos foram acionados às 8h40 para o segundo andar do prédio, que fica na Rua Ubiratã, em frente à Escola Municipal Dom João VI.
O fogo começou no apartamento onde estavam as duas vítimas, no segundo andar do prédio. Vizinhos tentaram entrar na casa pela varanda após ouvir os gritos de socorro do angolano Marlei Bilongo, que estava com seu filho Gabriel de um ano nos braços.  Segundo testemunhas, as pessoas que passavam pela rua tentaram resgatar o bebê pelas barras de ferro da grade, mas não conseguiram antes que pai e filho fossem encurralados pelas chamas, que logo se alastraram pelo imóvel.
"Cena horrível! A cena de um pai com a criança no colo se queimando. Tentamos arrombar a grade, mas não conseguimos. Foi um desastre completo", disse o síndico do edifício. Após controlar as chamas, os militares do quartel de Ramos conseguiram acessar a casa e encontraram os corpos das vítimas. De acordo com os vizinhos, Marlei estava no Brasil há mais de 20 anos e morava no apartamento há pelo menos cinco. A mãe da criança e esposa da vítima estava trabalhando no momento do incendio.
A causas que provocaram o incêndio ainda não foram esclarecidas pela assessoria do Corpo de Bombeiros. 
"Ele ficou em pé. Ele não deu um 'ah', nada, nada. Ele tentou o tempo todo passar o neném para que a gente pudesse pegar ele, mas não foi possível. Então, não pudemos fazer nada. Ficamos impotentes. O pessoal foi com extintor. O vizinho voltou em casa, pegou uma escada. Os vizinhos subiram pela marquise. Tentaram o tempo todo. Depois, o calor foi muito intenso, chegou até aqui embaixo. E aí eu abaixei a minha cabeça para poder não guardar as imagens", relembra a testemunha. Ainda segundo testemunhas, a família é de imigrantes angolanos e estava no Brasil há 5 anos. O casal, que havia se mudado há poucos meses para o apartamento, estava passando por dificuldades financeiras e tinha ordem de despejo.
Esse foi o terceiro incêndio em casas da cidade em menos de 24 horas. Um incêndio na cobertura de um prédio na Tijuca e uma residência no Recreio dos Bandeirantes, nas zonas norte e oeste, respectivamente, na última segunda-feira (16), que não deixaram vítimas.

Fonte: ASCOM/Revista Òmnira
Foto: Divulgação (internet)

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top