sexta-feira, 26 de julho de 2019

NO ‘DIA DO ESCRITOR’ TEVE LITERATURA NO METRÔ DE SALVADOR

Publicado por Roberto Leal As sexta-feira, 26 de julho de 2019  | Sem Comentarios


O autor fazendo leitura de poesias
Primeiro lançamento de livro da história do Metrô de Salvador, em um espaço novo para leitura, descontração, uso das redes sociais para pesquisa e consulta de publicações do acervo, Espaço Bibliometrô, na Estação do Metrô Acesso Norte, lançamento relâmpago um objetivo da UBESC - União Baiana de Escritores e a CCR Metrô Bahia em homenagem ao Dia do Escritor. Presentes em visita ao Espaço na noite de autógrafos, o escritor e poeta João Vanderlei De Moraes, o jornalista Carlos Yeshua, o poeta Luís Carlos, escritor Manoel Porto Lima, Jornalista Felipe Maia, a irmã Gil do Coletivo das Bibliotecas Comunitárias, além de público usuário da estação e convidados.

Obras em destaque no Espaço Bibliometrô
A obra lançada foi "Letras Pretas Cruas & Nuas" - Poesias com Luta e Contos de Amor (Ed. Òmnira/BA-Brasil - 100 páginas R$ 25) do jornalista, escritor e editor Roberto Leal (um dos fundadores da UBESC-União Baiana de Escritores), obra literária ambientada na África, mais precisamente em Angola e Cabo Verde, traçando uma trajetória de luta dentro de uma poesia às vezes revolucionária e outras vezes patriótica e amável saudando a Mãe África. E não foi possível deixar de fora também os contos de amor vividos com a mulher africana, de caráter forte e de enredo afável e amada de várias formas e despida de todos os preconceitos, dentro de uma linguagem vivida nos prazeres do Amor. O livro tem apresentação dupla, do professor Germano Machado (in memoriam) e do jornalista e escritor Valdeck Almeida de Jesus, orelhas do poeta angolano Ismael Farinha e capa do artista plástico cabo-verdiano Moustafa Assem. Essa obra literária é dedicada à poetisa e ativista cultural angolana Jovita Kifinamene Leal, representando assim todas as mulheres negras e africanas do universo.

E a revista de Literatura Òmnira, Edição Especial  em homenagem ao saudoso professor Germano Machado, com textos e poesias de Alberto Peixoto (Feira de Santana/BA), Amanda Nascimento Pereira (Santa Catarina), António Sanches (Portugal), Audelina Macieira, Carlos Yeshua, Conceição Ferreira, Darcy Brito, Eliseu Moreira Paranaguá, Emérita Andrade Ramos, Gabriel Maia (Belém), Iolanda Soares (Rodelas/BA), Irá Rodrigues (Santo Estevão/BA), Joaci Góes (presidente da Academia de Letras da Bahia), João Bosco Soares dos Santos, João Vanderlei de Moraes Filho, Luiz Menezes de Miranda, Moustafa Assem (Cabo Verde/África), Neuza de Brito Carneiro (Feira de Santana/BA), Roberto Leal, Valdeck Almeida de Jesus e Willian Wollinger Brenuvida (Santa Catarina). Capa do artista plástico angolano Elias Jamba Sanjelembi.

Dentro da programação tivemos leitura de Poesias do Livro "Letras Pretas Cruas & Nuas", bate papo com o autor e sessão de autógrafos.


Fotos: Divulgação


Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top