segunda-feira, 23 de julho de 2018

PAPO DE ESCRITOR DA UBESC EM CACHOEIRA

Publicado por Roberto Leal As segunda-feira, 23 de julho de 2018  | Sem Comentarios

Jovina Souza falará sobre descriminação racial

Em comemoração ao  quinto aniversário da União Baiana de Escritores acontecerá em Cachoeira, no Recôncavo da Bahia,  o “Papo de Escritor UBESC” com as participações da professora e escritora Jovina Souza e do jornalista, escritor e editor Roberto Leal. O evento será durante a Festa Boa Morte,  no  dia 15 de agosto (quarta-feira), às 16 horas, na Quinta Casa, sede Portuário Atelier Editorial (na Rua Benjamin Constant, 05), ao lado da Câmara de Vereadores, no pé da Ladeira da Cadeia. 

O Papo de Escritor, em Cachoeira, insere-se no Atelier de Leituras (Especial de Agosto), realizado na Quinta Casa semanalmente e transmitido ao vivo na página da Portuário Atelier Editorial no Facebook. Já participaram do Atelier o poeta Rony Bonn, a escritora Aidil Araújo Lima, além da leitura dos poemas de Rómulo Bustos Aguierre (Colômbia) e Pedro Pereira Lopes (Moçambique) previstas para o mês de julho. Com a mediação do poeta João Vanderlei de Moraes Filho o evento contorna-se com um bate papo diferente, voltado para a temática negra, com uma rica alusão à África, o processo de discriminação racial brasileiro, a poética da produção e difusão da literatura, além de exposição de obras literárias dos participantes, autores colombianos, negros africanos. Ao final, teremos uma sessão de autógrafos do lançamento do livro “Caminhos das Estações” da escritora e professora Jovina Souza.

O evento será realizado pela UBESC – União Baiana de Escritores em parceria com a  Portuário Atelier Editorial e tem o apoio da Academia Maçônica Cachoeirana de Letras e Artes de Cachoeira, Revista Òmnira e Movimento Literário Kutanga/Angola. Mais informações (71) 98736-9778 ou pelo e-mail lealomnira@yahoo.com.br

Jovina Souza nasceu no Estado da Bahia, mora atualmente em Salvador. Graduada em Letras vernáculas, concentrou seus estudos em Literatura brasileira e Teoria literária. É especialista em Estudos literários e mestra em Teoria e Crítica da Cultura e da Literatura. Dedica-se a escrever poemas, contos e textos acadêmicos. É professora e poetisa, iniciou sua luta contra o racismo ainda criança no seio da família e continua sem interrupção.  Seu primeiro livro intitulado “Agdá” foi publicado em 2012. A escritora tem textos publicados em várias coletâneas, nas redes sociais, e nos Cadernos Negros (Quilombhoje/SP).
Leal e as curiosidades in África


Roberto Leal é jornalista (DRT/BA 3992), escritor, poeta, repórter fotográfico, editor, ativista cultural e palestrante, nascido em Salvador/Bahia, in Brasil, hoje residindo em Angola. Autor de Cárcere de Poemas  - 2000 e  C'alô & outros poemas - 2012 ambos esgotados e C’alô & Crônicas Feridas – 2018/4ª Edição, todos pela Ed. Òmnira/BA-Brasil. Foi colaborador em jornais como Bahia Hoje, A Tarde, Tribuna da Bahia e Correio; revistas e periódicos no Brasil e exterior; é editor da revista brasileira de Literatura “Òmnira”, que na língua Yorubá quer dizer: Liberdade.  É organizador de centenas de coletâneas e antologias em poesia e conto, no Brasil e em Angola/África. Recebeu em novembro de 2014 o título de “Embaixador da Literatura Brasileira” em Angola, pelo Movimento Viv’Arte do Uige, é também fundador do Movimento Literário Kutanga/Angola e presidente da UBESC – União Baiana de Escritores.

Fonte: ASCOM/Revista Òmnira
Fotos: Divulgação



Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top