segunda-feira, 2 de março de 2015

Brasil e Angola lançando livros na sexta-feira "13" na Bahia

Publicado por Roberto Leal As segunda-feira, 2 de março de 2015  | Sem Comentarios


Poeta Wagner Américo
A UBESC - União Baiana de Escritores e a Editora Òmnira iniciando as suas atividades abre as portas de uma “Sexta-feira 13” repleta de literatura, levando ao publico o lançamento das obras literárias “Costurando Pétalas” - 60 páginas (R$ 20), do Poeta das Flores, o octogenário Wagner Américo, que inédito, tem agora a sua poesia retratada nessa obra, onde ele mostra parte da sua poética em uma seleção trabalhada e organizada pelo jornalista e editor Roberto Leal, o livro tem apresentação do poeta, educador e agitador cultural Douglas de Almeida, orelhas do poeta Josué Ramiro Ramalho e comentário do jornalista e escritor Valdeck Almeida de Jesus. Toda a arrecadação com a vendagem dessa obra será repassada para o próprio autor, que é um idoso que trabalha de camelô e vive de uma aposentadoria insuficiente.

Outra publicação é a coletânea poética KIXIMANU – 138 páginas (R$ 25), que é um projeto que surgiu para homenagear Angola, dentro do intercâmbio desenvolvido pela UBESC - União Baiana de Escritores e a Revista Òmnira pela a garimpagem e revelação de novos talentos literários no âmbito da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Angola tem sido muito atuante na questão do seu crescimento cultural, na preservação da sua história, seus valores regionais, seu folclore e suas artes, caminhado junto com o Brasil e a passos largos vem se destacando e avançando rumo a um lugar de destaque no continente africano.  A publicação tem a participação de “13” poetas, 8 angolanos, são eles: Alves Bunga Makonga, Docinho de Mel (Zenaide Fernando), Edson das Neves, Felder Simões (Discípulo de Agostinho Neto), Josué Ananias Sudi, Lopes Miguel Pungue, Vrackichakiri Abelardo e Zola Vida; mais 5 brasileiros, são eles: Baco Figueiredo, Edival Rosas, Edvaldo Rosa, Elisenilda Cristina e Roberto Leal. A obra tem apresentação do jornalista, escritor e professor brasileiro Germano Machado e capa do artista plástico moçambicano Pinto Zulo. KIXIMANU quer dizer “homenagem” em Kimbundu, dialeto falado em várias regiões de Angola.
Em Kimbundu isso é homenagem

Lançando também a décima edição da Revista Òmnira – 32 páginas (R$ 10), uma homenagem oportuna a Moçambique e a grande personalidade da sua história, o líder negro Samora Machel,   que vem retratado na capa da publicação, em um sorridente guerrilheiro, pelo artista plástico moçambicano Pinto Zulo, tem ilustrações internas de outro artista moçambicano o João Timane.  A revista que será lançada no Brasil também em Porto Alegre/RS, logo em seguida em Angola (Luanda/Namibe/Uige) e com possível confirmação para Maputo/Moçambique, vem trazendo nas suas 32 páginas (mais 4 novas páginas) trabalhos literários, entre poemas; poesias; contos; crônicas; contos e artigos, além de fotos; matérias; resenhas literárias e muita literatura contemporânea, de 16 escritores, 15  escritores brasileiros e 6 escritores moçambicanos, são  eles: Avelino Nelson Muzaze, Hera de Jesus,  Hirondina Joshua, Lino Mukurruza, Paulo Nguenha e Pedro Alfredo Ferro. A publicação traz no seu Editorial um pouco da história da Ilha do Sultão Mussa M’Biki e  da luta do povo moçambicano pela Independência do país.

Moçambique & Samora Machel 
O evento acontecerá no Espaço Quadrilátero, da Biblioteca Pública do Estado (Rua General Labatut, 27 - Barris), no dia 13 de março (sexta-feira), às 19 horas, dentro da programação teremos palestra com o professor Germano Machado e com o editor e escritor Roberto Leal “Literatura angolana hoje” e logo depois a segunda edição do SARAUBESC com um grande recital poético coordenado pelos poetas Josué Ramiro Ramalho e Douglas de Almeida e exposição de publicações de escritores angolanos. Para quem adquirir as 3 publicações, vai levar um exemplar da Coletânea Poética Internacional “13”, publicação de 13 poetas, brasileiros e angolanos que contam a trajetória poética do número 13, com suas superstições, sortilégios e lendas. “Diante do trabalho desenvolvido pela UBESC e a revista Òmnira, através desse intercâmbio internacional com os países de língua irmã, estamos sendo abastecidos de nova literatura contemporânea, baseada em outros tipos de batalhas, com direito a um enriquecimento poético que não tem fronteiras”, se dizendo satisfeito com seu projeto, Roberto Leal.

Fonte: Ascom/UBESC

Foto: Roberto Leal

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top