domingo, 23 de junho de 2013

Um filho teu não foge a luta

Publicado por Roberto Leal As domingo, 23 de junho de 2013  | Sem Comentarios

Jovens estudantes e professores foram as ruas mostrar sua indignação
No começo tudo levava a crer que seria um movimento baseado no aumento da tarifa do transporte coletivo, intitulado por todos de “Movimento Passe Livre” e que carregou outras denominações, quando depois tomou corpo e vários grupos se aglomeraram diante da ideia de grandes proporções que tomou conta do país, algo que se espalhou depois da revolta paulistana que deu início a essa onda de protestos e manifestações.
Jovens empunhando cartazes, faixas e todo tipo de visualização democrática, com os rostos pintados nas cores verde e amarelo, gritando e cantado palavras de ordem contra a política pública dos transportes coletivos, depois contra a corrupção no país, contra os desmandos de políticos do PT - Partido dos Trabalhadores e contra a presidenta Dilma Roussef que presta um serviço avacalhado a nação, quando não exige a prisão, por exemplo, dos deputados de mandato condenados no processo do “mensalão”, contra a PEC 37 que pretende proteger políticos corruptos, contra o projeto “Cura Gay” do deputado Marco Feliciano e tantas outras reivindicações justas aos olhos da sociedade brasileira.
Daí a violência teve também o seu lugar de destaque nesse episódio, com muitos feridos entre policiais, estudantes, país de famílias e outros que foram as ruas protestarem contra a roubalheira e a má administração que assola o país, eles estão espalhados por Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e tantas outras capitais, uma grande denúncia da falta de preparo do poder público em adotar medidas que amenizem a insatisfação do povo perante o atual governo.
Era possível se ler em cartazes “ponha os R$ 0,20 no SUS”, como também “lugar de político corrupto é na cadeia”, e ainda “Feliciano não nos representa”, em outros eram possível se ler “foda-se a copa”, “chega de corrupção”, “precisamos de saúde, segurança e educação e não de estádios” dentre muitos, onde também personalidades como Pelé, Ronaldo Fenômeno e Lula foram hostilizados nesses mesmos manifestos por apoiar a Copa do Mundo no Brasil e não se esqueceram de lembrar do que disse o Deputado Federal Romário ex-jogador de futebol, que bateu de frente quando disse que essa copa seria uma grande roubalheira para os cofres públicos da nação.
Em todo país artistas e personalidades foram às ruas engrossar o caldo do descontentamento apelativo popular, levando seu apoio a essa sofrida gente, desta rica nação e que diante do imenso índice de corrupção ainda respira a altos pulmões, reagindo bem à tubulação da UTI e do caos em que se encontra a saúde pública, a falta de segurança e a deficiente educação, sem esquecer a escassez por emprego e uma melhor distribuição de renda, dizendo que ainda temos jeito, se tiverem a coragem de se fazer justiça como se é devido e mesmo que seja para dar uma satisfação, na esperança de que algo seja feito ou do contrário a comoção mundial que começa a criar rumores e que desconhecia a política vagabunda praticada por debaixo dos panos de uma Bolsa Família, de um Auxilio Reclusão e tantos outros benefícios esdrúxulos incorporados a nossa política econômica, para manter sucessivos mandatos de membros do PT, partido político esse, do qual faz parte a presidenta Dilma Roussef, e agora um dos estopins dessa “Guerra Civil”, vai entrar nessa lutam também.
As mortes começam a acontecer com um grito preso na garganta “O Gigante acordou”. E se continuar, será inevitável para a história do país o nascimento de novos mártires, heróis e revolucionários, que desenterram o falecido comunismo e o verdadeiro terrorismo em favor da causa justa de um povo cansado de sofrer as injustiças de um sistema, onde poucos têm muito e muitos não têm nada, pois aqui falta tudo, coerência política, transparência partidária e solidariedade humana, fazendo com que a seriedade desça pelo ralo, engrossando o caldo do esgoto onde os “ratos de porão” deveriam se alimentar da podridão desse mesmo sistema que ora construíram, ao longo de muitos anos de uma política feita somente para sugar o que de melhor o país tem, a sua riqueza, a sua democracia e por fim a sua juventude!

Roberto Leal
Jornalista
DRT/BA 3992

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top