domingo, 13 de janeiro de 2013

Anjo Gabriel agora é do Flamengo

Publicado por Roberto Leal As domingo, 13 de janeiro de 2013  | Sem Comentarios

Adeus Gabriel até a vista.
O pequeno príncipe ou o pé de coelho tricolor, o campeão das assistências, o exímio garçom, o garoto prodígio do Lasca, o amuleto da sorte, muitas lembranças vai nos deixar o garoto Gabriel Santana Pinto, ou simplesmente Gabriel, para os íntimos, uns dez milhões de tricolores espalhados por esse mundão de nosso Deus... Garoto humilde, 23 anos, morador do bairro do Jardim Cruzeiro, na Cidade Baixa, região da Península Itapagipana, de Salvador na Bahia, reduto eleitoral da família Guimarães, onde também fica o famoso Campo do Lasca, onde até 2010 Gabriel jogou sua bolinha participando do Esporte Amador na região, bateu seu babinha, esperando que o tempo passasse despercebido, o que não aconteceu, o ex-presidente Marcelo Guimarães depois de uma partida em que viu o garoto atuando por lá, convidou-o a participar do seu clube de futebol amador, que disputava campeonato de novos na ASBAC/Pituba. Em 2010, foi convidado a treinar no Fazendão pelo então presidente Marcelo Guimarães Filho, começando por atuar na divisão de base, como despertou para o bom futebol, com boas atuações quando exigido, foi integrado ao grupo de profissionais, assinando contrato... Foi quando lhe surgiu à primeira oportunidade de jogar, foi logo aproveitado pelo então técnico René Simões, na lateral direita, onde teve dificuldade para adaptação, devido à pegada forte da lateral, que puxava pela subida para apoiar e a marcação na zaga, o garoto franzino não estava preparado ainda... Já com o técnico Joel Santana o jogador passou a atuar de meia-atacante, onde desenvolveu o seu melhor futebol, sendo um dos destaques do Campeonato Brasileiro. Gabriel já vinha se destacando ao longo do ano passado, quando foi uma das peças de fundamental importância do Bahia para a conquista do Campeonato Estadual depois de 10 anos, num amargo jejum de títulos do tricolor; com méritos, foi escolhido o craque do Campeonato Baiano 2012, mantendo sua postura, disciplina e suportando bem a cobrança e a confiança que o torcedor depositou nele, continuou surpreendendo no brasileirão, quando marcou 6 gols, aguçando a cobiça de grandes clubes do futebol brasileiro, movimentando o mercado da bola, sendo levado para a Gávea por uma bagatela vergonhosa de alguns euros, o suficiente para ver a manifestação do torcedor nas redes sociais e nas ruas... O ECBahia continua vendendo jogador a preço de “Banana Podre”, é o que diz o torcedor. Gabriel deixa o Bahia e deixa saudades na torcida tricolor, por aqui jogou 82 partidas e fez 13 gols, é torcedor declarado do esquadrão e hoje pertence só 20% ao ECBahia, 30% ao empresário e 50% aos investidores flamenguistas. Às vezes sou perguntado se o fruto mais maduro, mais preparado para o consumo, não é mais sadio, mesmo custando mais? A venda precoce desvaloriza o atleta e enriquece os cartolas pelo país afora, que a cada dia endividam mais os clubes por onde passam e deixam os seus rastros de incompetência administrativa proposital... Perguntado se voltaria o jogador respondeu “Se for da vontade de Deus sim, tenho que ir fazer meu trabalho lá”.
Roberto Leal
Jornalista

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top