terça-feira, 13 de novembro de 2012

Câmara de Salvador oferece mais um título

Publicado por Roberto Leal As terça-feira, 13 de novembro de 2012  | Sem Comentarios




A ex-dançarina mineira Scheila Carvalho
A Câmara Municipal de Salvador retorna a sua rotina de títulos e medalhas e dessa vez a pseudo personalidade a receber a honraria é a apresentadora do Programa Bom D+, da Rede Record, a ex-dançarina do "Grupo É o Tchan", a mineira Scheila Carvalho, que receberá o título de Cidadã Soteropolitana, o que acontecerá no próximo de 17 de novembro, mais precisamente no próximo sábado, no plenário da suposta "Casa da Gente".

Nada contra a apresentadora Scheila Carvalho, mas o corpo de Edis continua provando a sua corriqueira incompetência, acometido da síndrome do arcaísmo coletivo, de falta de atuação, de incapacidade de observação, de falta de interesse solidário, de inoperância futurista e outras ineficiências mais. É como uma camuflagem ante a mediocridade parlamentar, contestada frequentemente diante da desconfiança popular.

Apesar de que hoje no país ainda se vota, porque o voto é vendido e ao povo lhes falta "vergonha na cara" para esquecer urgente esse papel de “coitadinho morto de fome e ir para as trincheiras de luta de verdade, resgatar os seus direitos”.

Ocupação de vereador é aprovar projetos que beneficiem o bem estar da população, que tragam mudanças positivas a esse sistema massacrador que se instalou na nossa capital, como também manter a dura fiscalização nesses últimos meses da gestão para que as sequelas herdadas não ocasione sucessivos protestos e corriqueiras manifestações, baseadas também em interesses politicos, ditos direitos adquiridos.

Como é o caso da falta de respeito com o povo, quando vereadores aumentaram em 44% os seus salários, na calada da noite, as portas fechadas, quando suas canetas expeliram assustadoras grafias em cálculos, que sangraram o papel com o único objetivo de beneficiar uns em prol da manutenção da engrenagem que produz  a miséria e que consequentemente é valorizada pelo processo interno de exploração do desconhecimento popular sócio-educativo-cultural, subjugam o eleitor quando querem receber salários de R$ 15.031,75  n’uma Câmara Municipal que não se faz nada que não seja oferecer títulos e medalhas, é como propaganda enganosa de formato engabelador.

Roberto Leal
Jornalista
Foto: Divulgação (Internet)

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top