quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Heloisa Helena e Marina Silva unidas por uma nova legenda

Publicado por Roberto Leal As quarta-feira, 10 de outubro de 2012  | Sem Comentarios


Heloisa Helena recebe flores de militante em visita a Salvador
A fundadora do PSOL vai deixar o próprio partido no primeiro semestre de 2013. A ex-senadora Heloísa Helena, hoje a vereadora mais votada de Maceió, nas Alagoas, onde obteve 19. 216 votos e como puxadora de votos elegendo também para o seu partido atual, o PSOL-Partido Socialismo e Liberdade, o vereador Guilherme Soares que teve 3.265 votos.
Heloisa Helena espera o sinal verde de Marina Silva para a criação de uma legenda. ‘Pretendo generosamente ajudá-la’ afirma. O seu partido cresceu tanto a ponto de Heloísa perder as rédeas, diante das correntes diversas nas hostes. ‘As centelhas que o PSOL criou foram grandes’, desabafa, e complementa com uma ironia sem medo de tiro no pé: ‘Todo partido tem malandros’, insinuando nisso que a sua sigla já esta contaminada.
E já se ver um inicio de mobilização da militância em vários estados do pais, para uma grande debandada do PSOL para acompanhar a simpatíssima ex-senadora Heloisa Helena na construção dessa nova legenda, com Marina Silva, falam-se possivelmente em Marcelo Freixo, Baba, Luciana Genro e tantos outros nomes de expressão politica.
Heloísa lembra que esse PSOL é totalmente diferente do que criou e justifica a iminente saída: ‘Não tenho relação mística com os partidos, perdi isso com o PT’. Heloísa perdeu a vontade com o PSOL desde quando saiu da Executiva Nacional. ‘“Eles me obrigaram a defender o aborto, e vi que não era mais o partido que fundei”, retruca.
Já se espera a possibilidade de termos uma dobradinha feminina disputando as próximas eleições presidenciáveis, levando em consideração a experiência de ambas as parlamentares no processo eleitoral majoritário democrático brasileiro. Boatos tomam as ruas, rodas de bate-papos e indícios de que já se foi lido algo por ai, com relação ao nome do novo partido que estão apelidando de “Hezbollah”.
O Hezbollah, que em árabe significa ‘Partido de Deus’, é uma força islâmica xiita com estrutura similar à do Exército e, ao mesmo tempo, um grupo político com sede no Líbano. Ele nasceu em 1982, durante a Guerra Civil Libanesa, a princípio como uma milícia, ou seja, constituída por cidadãos libaneses portadores de armas e de um suposto poder policial.

Esta organização paramilitar se destaca cada vez mais na vida política do Líbano, ocupando-se de administrar os trabalhos sociais e instituições escolares e hospitalares xiitas, além de se responsabilizar também pelas atividades agrícolas do país. Ela é apoiada ativamente pelos iranianos, seja no campo doutrinário ou no financeiro. E só esperar para ver!
Roberto Leal
Jornalista
DRT/BA 3992

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top