segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Artistas da "Galeria das Artes" no Pelourinho querem visibilidade

Publicado por Roberto Leal As segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012  | Sem Comentarios



Os artistas plásticos que cotidianamente expõem seus trabalhos na Galeria das Grades, uma espécie de exposição ao ar livre, bem na entrada da Rua Alfredo de Brito, no Pelourinho, lá não tem numero, tem endereço fixo, mas não tem numero, logo depois da Cantina da Lua, nas grades da antiga Faculdade de Medicina. A galeria fica a ceu aberto. Eles querem a regularização da atividade naquele local, mesmo aqueles que  têm uma concessão permanente dada pela Prefeitura Municipal e órgão ligado a subprefeitura do Pelourinho, assinadas pelo Sr Jose Augusto de Azevedo Leal, esperam um apoio maior das empresas de turismo, dos orgaos e dos guias, para que levem os turista para o Pelourinho, visando a revitalizaçao  e aumentando o fluxo de visitantes, o que cresce o volume de vendas, dos artigos produzidos pelos artistas locais. 
Frank Bahia vê visibilidade artistica no lugar
O artista plástico Frank Bahia, 49 anos, é um deles, que se define como autodidata primitivo e que começou produzindo Naif, mas descobrindo posteriormente no estilo abstrato uma técnica cheia de formas e cores, “Só no Pelourinho existe isso, você consegue interagir com pessoas de todo mundo, isso e muito bom para nossa arte, não podemos sair do Pelourinho”, disse, temeroso com rumores nao confirmado de possiveis mudanças, esperando que o projeto seja abraçado definitivamente pelos orgaos publicos de interesse do setor.

Nessa mesma Galeria das Grades, você encontra os artistas como: G. Colli, Aras, Nery, Pedro Leao, Irapuan e Frank Bahia dentre outros, produzindo ali os seus trabalhos. São artistas que pintam na rua, que trabalham ao ar livre, mostrando sua arte e até o seu processo de criação, como seus traços e cores num verdadeiro mosaico de imagens, de formas e fantasias, dentro de uma natureza participativa e espontânea para analise e criticas a olhos nus, a arte pura vista de dentro, de perto, de jeito a imaginar formas de pinturas.
G. Coli defende a manutenção do espaço
Um dos artistas pioneiro no “Projeto Galeria das Grades” é G. Coli, 64 anos, que torce para que nada mude nesse ano de 2012 e todos sejam mantidos no local, onde ele trabalha há muitos anos e dali tira o sustento “tem que ter um espaço para onde os artistas possam mostrar o seu trabalho, espaço esse que não prejudique a comercialização dos trabalhos produzidos, a galeria não pode sair daqui, perde a referencia, a originalidade das Grades. Trabalhamos junto com o pessoal da antiga Faculdade de Medicina, que vem nos apoiando e a sub prefeitura que nos mantem por aqui, falta o apoio do pessoal do turismo".


Fotos: Roberto Leal
Jornalista (DRT/BA 3992)
ASCOM/Fundaçao Omnira.                                                              

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

0 comentários:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top