terça-feira, 13 de setembro de 2011

Encontro de escritores agitou Salvador

Publicado por Roberto Leal As terça-feira, 13 de setembro de 2011  | 4 Comentario

Mesa-redonda com a Juiza Luislinda Valois
A Fundação Òmnira, realizou nos dias 9, 10 e 11 de setembro em Salvador o II ENEBI-Encontro de Escritores Baianos Independentes, que homenageou o saudoso poeta Ildásio Tavares, na Biblioteca Pública do Estado, com palestras, debates, mesas-redondas, recital poético, shows musicais, exposição de livros de autores baianos e um grande intercâmbio literário entre os participantes e o público em geral... No dia 09 de setembro (sexta-feira), tendo início com fortes momentos, como a fala do poeta Douglas de Almeida que retratou toda trajetória literária e o legado cultural do homenageado... Não podendo esquecer-se de citar as palavras da juíza de direito e escritora Drª Luislinda Valois dentro da Mesa-redonda “O escritor e sua experiência com a Comunicação e a leitura como fator de desenvolvimento”, como também as palavras da professora Geisa Arlete do Carmo Santos (UNEB/FVC), ambas as falas importantíssimas no contexto humanitário e social da comunicação.

E no sábado quem roubou a cena durante o debate “Apertem o cinto, o poeta sumiu”, foi o colunista do Jornal da Metrópole James Martins, que retratou o sumiço do poeta da mídia impressa, de forma a encantar o público presente com suas citações e colocações dentro da temática abordada e que teve como parceiro de mesa o professor e poeta da literatura de cordel Antônio Barreto, um dos mais conhecidos cordelistas baiano. E na Mesa-redonda “Literatura de qualidade em produção na Bahia, no momento atual” a escritora e produtora cultural Gina Leite, e o presidente da Academia de Letras de Valença Araken Vaz Galvão, esse articulista Roberto Leal e a escritora Nadir Andrade mostraram de diversas formas e opiniões a trajetória para uma publicação de qualidade, desde a estética editorial até a qualidade literária da construção do texto e da mensagem sem, no entanto quererem correr o risco de mostrar o lado crítico de trabalhos publicados, o que não era competência e nem a proposta apresentada pelo encontro e seus participantes “escritores independentes”.

No Espaço Quadrilátero da Biblioteca, foram lançados os livros. “ENEBI de Poesia e Prosa” Ed. Òmnira/BA 134 pág. (R$ 25), publicação que tem apresentação dos jornalistas e escritores Carlos Souza e Roberto Leal. O livro é um verdadeiro tributo à criação literária contemporânea, que tem como autores: Antônio Santana, Cosme Costa, Cristiano Ferreira, Everaldo Oliveira Santos, Iolanda Costa, José Cupertino, Luiz Carlos de Oliveira, Maria LA Bonia (USA), Maria Theofila, Mário Alcântara e Sapiranga. “Dasdores: A difícil vida Fácil” Ed. Omnira/BA 196 pág. (R$ 25) romance histórico em caso verídico, do escritor feirense Alberto Peixoto, autor que vem se destacando com a sua inovada comunicação, com a propagação do seu dialeto tipicamente nordestino e diante disso segue construindo uma carreira de prêmios e publicações. A obra tem apresentação da psicopedagoga Andréia do Vale Reis e comentário de Joselle Duarte Cezário e capa de Daniel Ponciano. E ainda o livro de poesias “Momentos e Ideias” Ed. Independente/BA 138 pág. (R$ 25) da professora e escritora Isa Maria Assis Queiroz, estreando na literatura com sua poesia familiarmente conhecida como contemporânea, como a mesma faz questão de falar modestamente. 
Banda Est'outros
Enquanto no Foyer da biblioteca, se instalava uma grande exposição de publicações de escritores baianos, entre folhetos, revistas, livros e outros impressos... Dentro da programação do encontro tivemos ainda duas atrações musicais. Na sexta-feira o cantor Sapiranga, brindou o público presente com a sua música da Zona da Mata baiana, cantando sucessos do seu CD “Segredos do Tempo” e no domingo a parte musical do encontro ficou por conta da “Banda Est’outros” liderada pelo músico Elinaldo Nascimento, que cantou e encantou com clássicos musicados do poeta português Luiz Vaz de Camões. Enquanto isso o escritor, produtor cultural e jornalista Valdeck Almeida de Jesus recebia das mãos de presidente da Fundação Òmnira, Roberto Leal, o título de Personalidade de Importância Cultural, pelos relevantes serviços prestados a cultura do nosso Estado, título esse oferecido anualmente a personalidades que se destacam no ano, fazendo trabalhos de grande importância a serviço do povo, da nossa cultura, da nossa comunidade, em nome da solidariedade e preservação cultural... E o recital poético coordenado pelo poeta Gilberto Teixeira envolveu a todos os participantes do domingo, dentre eles: Carlos Alberto Barreto, Emérita Andrade, Wagner Américo (o poeta das flores), José da Boa Morte, Lucas da Hora e Everaldo Oliveira e as representantes da SELIBA-Semana Baiana do Livro (de Lauro de Freitas) capitaneada pela psicopedagoga Débora Fontes, e da Biblioteca Comunitária Paulo Freire. O evento que teve um público de participantes cativo nos seus três dias teve o apoio da Fundação Pedro Calmon, UBE-União Brasileira de Escritores, APUB-Associação dos Professores Universitários da Bahia, CEPA-Círculo de Estudo Pensamento e Ação, Movimento Cultural Artpoesia e site: galinhapulando.com, disse o curador do encontro em seu discurso, o escritor Roberto Leal.

Personalidade de Importância Cultural
 “O ENEBI-Encontro de Escritores Baianos Independentes surgiu da ideia de se encontrar para conversar, discutir poesia, intercambiar projetos, se ouvir, se unir para fazer coisas, para dizer coisas, tentar contribuir para amenizar o sofrimento do escritor, a peregrinação do poeta, o descaso cultural, a falta de politicas públicas para a literatura e a burocracia discriminatória do sistema... E por aí vai!



E por aí foi... Chegamos onde estamos, já na segunda edição desse grande encontro, onde tiramos leite de pedra, transformamos desafios em superação, evidenciamos obstáculos e sobrevivemos às adversidades do sistema, buscamos apoio e absorvemos criticas, construímos um futuro e abatemos os inimigos, vencemos os fracassos e ignoramos o boicote, demos vida ao inacreditável e rosto ao irreconhecível, mas demos tudo de nós, mas, nem tudo podemos transferir, inclusive o talento e a força das palavras, galgada pela esperança de que para Deus nada é impossível, dando suposta morte as circunstâncias e desafetos, e enterrando os que não conseguiram chegar ao fim dessa guerra, que não é só nossa, é de todos aqueles que fazem das suas letras palavras e de suas palavras vertentes para um novo dia. E que novo dia! O ENEBI é seu, é nosso, é da Bahia de São Salvador e é também do Brasil da literatura, que faz couro a nossa luta e brada em uníssono o seu refrão da vitória”.



Fonte: ASCOM/Fundação Òmnira



Galeria de Fotos:
Autor: Roberto Leal Junior


Sapiranga e Roberto Leal in momento de descontração

Carlos Souza, Gina Leite e Nadir Andrade
Escritores em foco I
Escritores em foco II

Arquivado Em :
Sobre o autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

4 comentários:

  1. O que me fascina é o gigante esforço que Roberto Leal empreende para fazer acontecer algo assim por aí. O que me fascina é esse jornalismo atuante que fazem os escritores baianos. O que me fascina é saber que as coisas acontecem por ter-mos pessoas assim anganjadas na luta, demais é só maquiagem!

    Dominique Alagbaro
    Contista
    Belo Horizonte/MG

    ResponderExcluir
  2. Participar de um projeto como esse fortalece cada evento mais a nossa família, a família Òmnira, que há exatos 13 anos articula manifestações, respira cultura e transpira literatura por todos os poros do país...Foi assim na Ilha em Bom Despacho, onde nasceu; foi assim em Lauro de Freitas,foi assim em Belo Horizonte por onde passou e tem sido assim em Salvador...A Òmnira e Roberto Leal andam juntos, trabalham juntos e como tal vencerão juntos e quero estar bem pertinho para compartilhar todos esses momentos de grandes vitórias, vencidas revoltas e barbaros movimentos culturais.

    Delci Silva
    Secretária da Fundação Òmnira
    Salvador/BA

    ResponderExcluir
  3. Valeu pessoal! Em nome da Fundação
    Òmnira venho agradecer a todos os apoiadores: Cepa-Circulo de Estudo Pensamento e Ação, Movimento Artpoesia,APUB Sindicato,Fundação Pedro Calmon, site:galinhapulando.com e a nossa parceira UBE-União Brasiliera de Escritores, a todos os participantes, palestrantes, visitantes, estudantes e uma infinidades de dantes...Quero agradecer aos que não apareceram, aos que não brilharam e aos que não suportam essas coisas, aos que desconversam e se descupam, aos que simplesmente não torcem pelo mesmo time e exitam em vestir essa camisa de Bi Campeão pelo ENEBI Literatura Clube...Quem perdeu foi quem não pareceu...Obrigado a todos!

    Roberto Leal
    Jornalista,escritor e editor
    curador do ENEBI

    ResponderExcluir
  4. Aguardem o III Encontro de Escritores Baianos Independentes, no primeiro final de semana de setembro, para ser mais preciso sexta-feira e sábado...Forte abarço!

    Fundação Omnira
    Realizadora

    ResponderExcluir

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-
© 2013 Revista Òmnira. Traduzido Por: Template Para Blogspot. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Roberto Leal by Blogger.
back to top